Em 30 de outubro de 2003, a Mesa Diretora da Câmara de Taubaté editou a Resolução 8/2003, que autorizou a implantação da TV Câmara na cidade. Em 2004, realizaram-se os primeiros estudos e planejamento, até ser apresentado o projeto final, que começou a tomar forma em 15 de junho daquele ano, com a estreia da TV Câmara Taubaté.

Inicialmente, o sinal era transmitido pelo canal 96 da operadora de TV a cabo Horizon. A transmissão teve início às 18h30, quando os assinantes daquela operadora puderam acompanhar, ao vivo, a sessão ordinária transmitida diretamente do Plenário Jaurés Guisard.

A numeração do canal foi alterada para 98, em setembro de 2005; 17, em setembro de 2008; e 4, desde março de 2015. Neste período, a Horizon foi incorporada à Net, que por sua vez passou a integrar a Claro TV.

Em 2008, o canal legislativo ultrapassou barreiras ao promover o primeiro debate eleitoral entre os candidatos à Prefeitura de Taubaté. Os quatro concorrentes ao Executivo expuseram seus planos de governo e responderam perguntas de jornalistas. Especialistas e políticos também participaram de oito horas de cobertura ao vivo, sem interrupção, das eleições municipais.

Imparcialidade

A TV Câmara Taubaté ainda é foco de uma discussão nacional sobre o real papel das TVs legislativas no Brasil. Em 2009, a Mesa Diretora da Câmara elaborou e aprovou um projeto de resolução que estabelece as principais regras de funcionamento da TV. Esse documento instituiu que as notícias veiculadas pela emissora tivessem caráter apartidário e imparcial, tratando de maneira igualitária todos os parlamentares.

Se esse foi o primeiro passo para dar independência ao trabalho da TV, a consolidação dessa postura veio com a criação do Conselho Público da TV Câmara Taubaté. Além de opinar sobre a programação, o conselho deliberativo, com participação de membros da sociedade civil, tem a função de garantir a imparcialidade e a liberdade do canal.

Sinal aberto

A TV Câmara foi totalmente modernizada com equipamentos de alta definição, que proporcionam melhor qualidade de som e imagem, em meados de 2014. Além de substituir os equipamentos que estavam obsoletos, a modernização deixou a emissora pronta para o projeto de abertura do sinal e proporcionou, no mês de abril, o lançamento do canal tvctaubate no Youtube, com a transmissão ao vivo de todas as atividades do Plenário e divulgação dos demais programas produzidos semanalmente.

As discussões para abertura do sinal tiveram início na presidência do ex-vereador Carlos Peixoto, em 2014, e prosseguiram nas gestões de Rodrigo Luis Silva “Digão” (2015), Paulo Miranda (2016), Diego Fonseca (2017-2018) e Boanerge (2019-2020), culminando com a consignação do canal aberto em 8 de setembro de 2020, publicada por meio de portaria do Ministério das Comunicações.

O sinal transmissor é dividido em quatro canais, consolidando a Rede Legislativa - primeira rede de emissoras de televisão a se formar no Brasil tendo como base tecnológica a multiprogramação, ou seja, um canal digital que dá origem a quatro.  Em Taubaté, a divisão ficou da seguinte forma: TV Câmara Brasília (canal 4.1), TV Câmara Taubaté (4.2), TV Assembleia (4.3) e TV Senado (4.4), além do canal de áudio Rádio Câmara (4.5).

Nosso site faz o uso de cookies para melhorar sua experiência de navegação. Leia sobre como utilizamos cookies e como você pode controlá-los clicando em "Preferências de Privacidade" à direita.

Preferências de Privacidade

Quando você visita qualquer site, ele pode armazenar e recuperar informações através do seu navegador, geralmente na forma de cookies. Como nós respeitamos sua privacidade, você pode escolher não permitir coletar dados de alguns tipos de serviços. Entretanto, ao não permitir esses serviços sua experiência pode ser impactada.


ACESSIBILIDADE

Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas: Alt + [ de atalho]

Atalhos de navegação:

Tamanho da Fonte/Contraste
fechar
ACESSIBILIDADE
Carregando... Por Favor, aguarde...